27 de dez de 2011

Certo!

Não vou parar de postar, eu amo esse blog, tanto ele como os outros, é triste postar e ninguém comentar, mais eu vou seguir assim mesmo.
Bem, por agora não vai ter post, tem muitas pessoas viajando e tals, e eu tô passando muito tempo com o meu amor*---*.
Bem, o prozimo post vai ser em 2012.
E aí tão gostando dos misterios, de Isso não é normal?
Tomara que sim!

P.S: Estou mudando o nome do blog para Broken Wings.

Beijos!

24 de dez de 2011

Pessoal é o Seguinte...

Vou parar nesse blog por um tempo.
Motivo: Vocês não comentam poxa.A historia tá ruim?
Se for isso me avisem que eu faço outra!
Mais poxa, não me deixem na expectativa  não.
É isso..

Xoxo ♥

22 de dez de 2011

Capitulo 9/1 - Invasor -

Coincidências Do Amor.
Gente, esse é o blog da nossa amiga Let's Lanza.
Entrem lá!

Nono Capitulo - Invasor -

Eu estava me sentindo gelada, com os cabelos do meus braços arrepiados, eu estava com medo, mais eu não sabia de quê. Era melhor eu desce e tomar um copo de água ou de leite. Eu estava descendo as escadas quando eu escutei um barulho na sala.
- Oi, tem alguém aí?
Eu disse indo até a sala, eu vi uma sombra lá, ele era alto e seus olhos estavam em mim.Eu corri para a cozinha e peguei uma faca.
- Seja quem você for fiquei longe de mim.
Eu escutei a porta ranger e fui para a sala, se ele tentasse me agarrar eu enfiaria a faca nele.A porta bateu então eu apareci.
- Vanessa?
Paul disse acendendo a luz.
- Que susto.
Eu disse pondo a mão no coração.
- O que você tá fazendo com essa faca?
Ele perguntou tirando a faca da minha mão.
- Eu pensei que tinha visto alguém, não eu juro eu vi alguém ali na sala Paul.
Ele me olhou estranho.
- Vane, não tem ninguém aqui tá?
Eu respirei fundo..
- Mais Paul eu...
- Olha faz o seguinte, dorme e amanhã nós cuidamos disso.
Eu dei um meio sorriso.
- Ok.
Eu subi, meio que cambaleando, entrei no meu quarto e deitei na minha cama, mais algo me chamou a atenção, minha janela estava meio que aberta e uma pena estava grudada na fechadura.
O que aquela pena estava fazendo ali?Ela era tão grande que não poderia ser de um passarro ou coisa do gênero, essa pena era muito maior que isso. Eu tinha que descobrir o que essa cidade tem de errado. Peguei aquela pena e guardei na minha comoda.

(...)

- Bom dia.
Eu disse me sentando na mesa.
- Bom dia.
Ian disse colocando panquecas na mesa.
- Paul me conto que você quase o esfaqueou ontem.
- Eu não..
- Ele disse também que você falo que tinha alguém dentro de casa.
- Bem, sim, perto da lareira.
Disse abaixando a cabeça.
- Hoje vou contratar uma empresa de alarmes.
- Sério?
- Sim, pode ficar descançada!
- Obrigada Ian.
Ele sorriu.
- De nada maninha.
- Bom dia.
Paul disse entrando na cozinha e abrindo a geladeira.
- Bom dia.
Nós dissemos.
- Tá melhor Vane?
- Sim, tô mais segura agora.
Eu sorri simpatica.
- Bem, é melhor vocês irem andando.
Ian disse divertido.
- Ok.
Eu disse me levantando, fui até o quarto e escovei os dentes e logo depois desci.
- Podemos ir agora.
Eu disse saindo pela porta, Paul dirigiu até a escola, já que eu não fazia ideia de como se dirigia.
- Vane oi, Bom dia.
Ashley disse vindo até nós.
- Oi Ash.
- Oi Ashley.
Paul sorriu.
- Oi Paul.
- Hmm..
Eles ficaram se olhando.
- Bem, vou indo.
Eu disse saindo quase que correndo dalí. Fui para meu armario pegar os meus livros das primeiras aulas.
- Oi.
Eu levei o maior susto.
- Me desculpe, não queria te assustar.
- Não, tá tudo bem.
Ele sorriu.
- Gostou do passeio?
- Sim, foi divertido ver a cidade onde meus pais passaram a Lua de Mrl.
- Eles passaram a Lua de mel aqui?
- Sim.
- Que legal.
Eu sorri.
- Pois é.
Ele me olhou, um olhar tão profundo que pareceu atravessar minha alma.
- Tá tudo bem?
ele perguntou.
- Não..Quero dizer sim.
Eu sorri.
- Não, sim?
- Bem eu dormir mal a noite passada.
- Hmm..Por quê?
- Pesadelo.
Disse naturalemnte.
- Que azar.
O sinal bateu.
- Então..Até mais.
Ele disse.
- Até mais.
Ele foi para um lado do corredor e eu para o outro, entrei na sala de Física e tinha um garoto sentado em uma cadeira no fundo.

Eu o conhecia de algum lugar, só não me recordava da onde, Ele tinha alguma coisa errada, alguma coisa ruim, uma coisa sombria, assim como o Zac, algo nele era sombrio.
- Vanessa?
Eu olhei para a porta, Zac estava lá.
- Oi.
Eu disse meio que desconcertada. Ele olhou para o garoto e olhou para mim.
- Você está bem?
- Sim..Eu só..Estou atrasada.
Disfarcei sorrindo.
- É verdade.
- E você também, afinal sua aula não é essa não é?
- Hãn..Não, eu só vim te devolver isso.
Ele me entregou uma foto minha com meus irmãos.
- Como...?
- Você deixou cair, no armario.
Como ele tinha pegado?Como se ele tinha saído antes de mim?E se eu me lebro bem, essa foto estava dentro da minha comoda junto com a..Pena.
- Eu tenho que ir..Desculpa Zac.
Eu sai correndo, droga se aquela pena sumir como eu vou saber o que essa cidade tem de estranho?Como?
- Vai a algum lugar mocinha?
Eu parei com a mão na porta do carro.
- Eu esqueci uma coisa Sr..
- Sr. Guangco.
- Sr. Guangco, eu esqueci algo muito importante e estou indo buscar.
- Tenho certeza que essa coisa importante pode esperar para depois da aula.
Ele disse fechando a porta do meu carro.
- Mais Sr..
- Nada de mais, para a aula Srtª Hudgens.
Ele sorriu e eu vi algo familiar em seu sorriso.
- Tudo bem.
Eu me encaminhei para a minha sala, com a foto dos meus irmãos comigo.
- Como qu essa foto foi parar com ele.
Sussurei comigo mesma. Eu bati na porta o Sr. Lionel estava entregando algns livros.
- Posso entrar?
- Sim Srtª Hudgens.
Eu entrei e sentei ao lado de uma menina chama Alexandra, eue stava voando em meus pensamentos, como que a minha foto foi para com ele?Será que o Zac era o invasor que invadiu a minha casa ontem?Não..Não pode ser a pena..Não..Ele tinha ido embora, eu tinha visto, e aquele sonho, eu não entendia, por que Zac me perseguia?E na floresta no Domingo quando eu corria?Será que era o Zac?Não, não podia ser...Se for ele, ou quem quer que seja, o que essa pessoa quer de mim?

***********************
Desculpem a demora..
Espero que gostem do misterio...
Bem a historia acaba no capitulo 22.
Ai entra a 2ª temporada.
Espero que curtam bastante em!

Xoxo ♥

14 de dez de 2011

Happy B- Day V!!


Feliz niver Diva V.
Que você tenha muitos e muitos anos de Vida.
Sempre será nossa Diva ♥

9 de dez de 2011

Capitulo 8/1 - Antepassados.

Amor de Carnarval , gente esse blog é da Carolzinha, entrem lá!

*****************
8ª Capitulo. -Antepassados

(N/A PDV)

Sete Meses Atrás
Albuquerque, Novo México.

- Você precisa cuidar dela Zachary é sua obrigação.
Disse a Morena andando de um lado para o outro.
- É, mais é por sua culpa!Se você não tivesse...
Zachary disse apreensivo, nunca imaginou que alguém que dizia amar tanto lhe arrancaria as azas.
- Chega, não suporto mais isso, estou cansada de você me dizer o que eu fiz, fiz por que queria você para mim.
- Perfeito, agora eu sou um anjo da guarda sem Azas...
Disse jogando as mãos para cima.
- Você vai te-lás de volta, assim quando salvar a vida da garota.
- Pela 10º vez..Você sabe que estou caçado disso não é?Estou caçado de ficar de babá!Eu quero minhas azas de volta, mais se para isso eu preciso cuidar de uma adolescente mimada e paty eu to fora.
Disse se virando.
- Ela está correndo perrido Zac, lembra sobre o futuro dela?Quanto menos gente nisso...Melhor..E você não pode escapar, afinal você é seu anjo da guarda!
Disse o parando.
- Grande anjo da Guarda, sem azas!
Ele ficou frente a frente a ela.
- Para de Zombar, se não fosse por você ser um anjo da guarda você não as teria mais.
- Graças a alguém que as arrancou de mim.
Disse Sárcastico
- Eu já disse, me desculpa, você sabe como eu sou...Sou um demônio Zac. Eu tenho sentidos ruins, e você deveria saber.
- Atah, grande esclarecimento...Mais espera por que você quer salva-lá?
- Tenho planos para ela..
Disse misteriosa, um sorriso diabólico crescendo em sua boca.
- Lilith, você sabe que ela...
- É eu sei, não sou idiota Zac, nem burra, sei muito bem o que ela é!
- Tem alguma coisa estranha...
Zachary olhou ao redor...Lilith olhou também..
- Vai acontecer hoje...Eu sinto isso.
Disse Lilith amargamente.
- Vou procurar por ela.
Antes mesmo que ele pudesse fazer algo um barulho é ouvido, um estrondo, um carro batendo.

Vanessa PDV

- Até que não é tão ruim.
Eu disse quando nós sentamos para comer.
- Sério?Eu achei demais...Dallas é..
- Oi Zac.
Uma menina de cabelos castanhos longos.

- Lilith..Oi.
Ele disse sem graça.
- E então, essa é a sua nova namorada?
Ela perguntou curiosa.
- Hãn, não essa é a minha amiga Vanessa, Vanessa essa é Lilith, minha..
- Sou ex namorada dele..E é um prazer te conhecer querida.
Ela me disse com..Raiva?Será que ele gostava dela ainda?
- É um prazer...Eu acho melhor eu ir indo...
Eu disse me levantando.
- Não Vanessa, Lilith já estava de saída.
Ele disse a encarando.
- É..Nos vemos por aí, Vanessa.
Ela saiu, tá isso foi estranho.
- Er...Isso foi...
- Estranho?É eu sei...Ela sempre faz isso.
Eu sorri, estava quase escurecendo.
- Acho melhor eu ir indo..
- Claro, eu te levo...
Ele pagou a conta e nós fomos para o seu carro.
- E então...Faz tempo que vocês terminaram?
- Faz muito tempo.
Ele disse sombrio.
- Eu acho que ela ainda gosta de você!
- Pode ser.
Ele disse com os olhos na estrada.
- Hm...E você..Ainda gosta dela?
Ele me olhou...
- Não..Não gosto dela, faz muito tempo...Acho que nunca gostei.
Ele disse simplesmente
- Isso deve ter magoado ela...
- Sim, e me magoou também.
Eu olhei para ele sorrindo.
- É aqui!
Eu disse avistando a minha casa.
- Seus irmãos estão?
Ele disse quando notou a luz apagada.
- Acho que não.
- Hm..Vai ficar bem sozinha?
- Sim, sempre fico...Quer dizer as maiorias das vezes que fiquei sozinha depois do acidente..
- Acidente?
- Eu sofri um acidente há 7 meses atrás e bem eu perdi a memoria...Não me lembro de coisas recentes.
Ele me olhou com um olhar estranho...
- Sinto muito.
- Tudo bem.
Eu abri a porta.
- Então...Até amanhã na escola.
- Até.
Eu entrei em casa e pude ouvir ele arrancar, hoje foi estranho, não sei por que mais sinto que conheço o Zac de algum lugar.Subi para meu quarto e joguei minha bolsa em um canto e me joguei na cama.

(...)

- Vanessa?
Ouvir Ian chamar.
- Tô no quarto.
Disse escovando meus dentes.
- Ah Oi, que horas chegou?
- Não sei acho que umas 6:00pm.
- Hm..
Eu enchaguei minha boca.
- E o Paul?
- Tá com a Ashley.
- Hmm..
- Eu vim só pegar uns papeis, meu turno acaba as 10:00pm.
- Ok...Eu vou dormir um pouco..
- Okay, tranco tudo quando sair.
- Tá. Boa noite.
- Boa noite.
Ele saiu do meu quarto e eu me deitei na cama, não estava com uma sensação boa, meu coração batia tão rápido que eu chegava a ficar com medo.


.*************************
Sei que tá mini, mais sorry
Espero que gostem!
Quero 6 comentarios OK?

Xoxo ♥