27 de dez de 2011

Certo!

Não vou parar de postar, eu amo esse blog, tanto ele como os outros, é triste postar e ninguém comentar, mais eu vou seguir assim mesmo.
Bem, por agora não vai ter post, tem muitas pessoas viajando e tals, e eu tô passando muito tempo com o meu amor*---*.
Bem, o prozimo post vai ser em 2012.
E aí tão gostando dos misterios, de Isso não é normal?
Tomara que sim!

P.S: Estou mudando o nome do blog para Broken Wings.

Beijos!

24 de dez de 2011

Pessoal é o Seguinte...

Vou parar nesse blog por um tempo.
Motivo: Vocês não comentam poxa.A historia tá ruim?
Se for isso me avisem que eu faço outra!
Mais poxa, não me deixem na expectativa  não.
É isso..

Xoxo ♥

22 de dez de 2011

Capitulo 9/1 - Invasor -

Coincidências Do Amor.
Gente, esse é o blog da nossa amiga Let's Lanza.
Entrem lá!

Nono Capitulo - Invasor -

Eu estava me sentindo gelada, com os cabelos do meus braços arrepiados, eu estava com medo, mais eu não sabia de quê. Era melhor eu desce e tomar um copo de água ou de leite. Eu estava descendo as escadas quando eu escutei um barulho na sala.
- Oi, tem alguém aí?
Eu disse indo até a sala, eu vi uma sombra lá, ele era alto e seus olhos estavam em mim.Eu corri para a cozinha e peguei uma faca.
- Seja quem você for fiquei longe de mim.
Eu escutei a porta ranger e fui para a sala, se ele tentasse me agarrar eu enfiaria a faca nele.A porta bateu então eu apareci.
- Vanessa?
Paul disse acendendo a luz.
- Que susto.
Eu disse pondo a mão no coração.
- O que você tá fazendo com essa faca?
Ele perguntou tirando a faca da minha mão.
- Eu pensei que tinha visto alguém, não eu juro eu vi alguém ali na sala Paul.
Ele me olhou estranho.
- Vane, não tem ninguém aqui tá?
Eu respirei fundo..
- Mais Paul eu...
- Olha faz o seguinte, dorme e amanhã nós cuidamos disso.
Eu dei um meio sorriso.
- Ok.
Eu subi, meio que cambaleando, entrei no meu quarto e deitei na minha cama, mais algo me chamou a atenção, minha janela estava meio que aberta e uma pena estava grudada na fechadura.
O que aquela pena estava fazendo ali?Ela era tão grande que não poderia ser de um passarro ou coisa do gênero, essa pena era muito maior que isso. Eu tinha que descobrir o que essa cidade tem de errado. Peguei aquela pena e guardei na minha comoda.

(...)

- Bom dia.
Eu disse me sentando na mesa.
- Bom dia.
Ian disse colocando panquecas na mesa.
- Paul me conto que você quase o esfaqueou ontem.
- Eu não..
- Ele disse também que você falo que tinha alguém dentro de casa.
- Bem, sim, perto da lareira.
Disse abaixando a cabeça.
- Hoje vou contratar uma empresa de alarmes.
- Sério?
- Sim, pode ficar descançada!
- Obrigada Ian.
Ele sorriu.
- De nada maninha.
- Bom dia.
Paul disse entrando na cozinha e abrindo a geladeira.
- Bom dia.
Nós dissemos.
- Tá melhor Vane?
- Sim, tô mais segura agora.
Eu sorri simpatica.
- Bem, é melhor vocês irem andando.
Ian disse divertido.
- Ok.
Eu disse me levantando, fui até o quarto e escovei os dentes e logo depois desci.
- Podemos ir agora.
Eu disse saindo pela porta, Paul dirigiu até a escola, já que eu não fazia ideia de como se dirigia.
- Vane oi, Bom dia.
Ashley disse vindo até nós.
- Oi Ash.
- Oi Ashley.
Paul sorriu.
- Oi Paul.
- Hmm..
Eles ficaram se olhando.
- Bem, vou indo.
Eu disse saindo quase que correndo dalí. Fui para meu armario pegar os meus livros das primeiras aulas.
- Oi.
Eu levei o maior susto.
- Me desculpe, não queria te assustar.
- Não, tá tudo bem.
Ele sorriu.
- Gostou do passeio?
- Sim, foi divertido ver a cidade onde meus pais passaram a Lua de Mrl.
- Eles passaram a Lua de mel aqui?
- Sim.
- Que legal.
Eu sorri.
- Pois é.
Ele me olhou, um olhar tão profundo que pareceu atravessar minha alma.
- Tá tudo bem?
ele perguntou.
- Não..Quero dizer sim.
Eu sorri.
- Não, sim?
- Bem eu dormir mal a noite passada.
- Hmm..Por quê?
- Pesadelo.
Disse naturalemnte.
- Que azar.
O sinal bateu.
- Então..Até mais.
Ele disse.
- Até mais.
Ele foi para um lado do corredor e eu para o outro, entrei na sala de Física e tinha um garoto sentado em uma cadeira no fundo.

Eu o conhecia de algum lugar, só não me recordava da onde, Ele tinha alguma coisa errada, alguma coisa ruim, uma coisa sombria, assim como o Zac, algo nele era sombrio.
- Vanessa?
Eu olhei para a porta, Zac estava lá.
- Oi.
Eu disse meio que desconcertada. Ele olhou para o garoto e olhou para mim.
- Você está bem?
- Sim..Eu só..Estou atrasada.
Disfarcei sorrindo.
- É verdade.
- E você também, afinal sua aula não é essa não é?
- Hãn..Não, eu só vim te devolver isso.
Ele me entregou uma foto minha com meus irmãos.
- Como...?
- Você deixou cair, no armario.
Como ele tinha pegado?Como se ele tinha saído antes de mim?E se eu me lebro bem, essa foto estava dentro da minha comoda junto com a..Pena.
- Eu tenho que ir..Desculpa Zac.
Eu sai correndo, droga se aquela pena sumir como eu vou saber o que essa cidade tem de estranho?Como?
- Vai a algum lugar mocinha?
Eu parei com a mão na porta do carro.
- Eu esqueci uma coisa Sr..
- Sr. Guangco.
- Sr. Guangco, eu esqueci algo muito importante e estou indo buscar.
- Tenho certeza que essa coisa importante pode esperar para depois da aula.
Ele disse fechando a porta do meu carro.
- Mais Sr..
- Nada de mais, para a aula Srtª Hudgens.
Ele sorriu e eu vi algo familiar em seu sorriso.
- Tudo bem.
Eu me encaminhei para a minha sala, com a foto dos meus irmãos comigo.
- Como qu essa foto foi parar com ele.
Sussurei comigo mesma. Eu bati na porta o Sr. Lionel estava entregando algns livros.
- Posso entrar?
- Sim Srtª Hudgens.
Eu entrei e sentei ao lado de uma menina chama Alexandra, eue stava voando em meus pensamentos, como que a minha foto foi para com ele?Será que o Zac era o invasor que invadiu a minha casa ontem?Não..Não pode ser a pena..Não..Ele tinha ido embora, eu tinha visto, e aquele sonho, eu não entendia, por que Zac me perseguia?E na floresta no Domingo quando eu corria?Será que era o Zac?Não, não podia ser...Se for ele, ou quem quer que seja, o que essa pessoa quer de mim?

***********************
Desculpem a demora..
Espero que gostem do misterio...
Bem a historia acaba no capitulo 22.
Ai entra a 2ª temporada.
Espero que curtam bastante em!

Xoxo ♥

14 de dez de 2011

Happy B- Day V!!


Feliz niver Diva V.
Que você tenha muitos e muitos anos de Vida.
Sempre será nossa Diva ♥

9 de dez de 2011

Capitulo 8/1 - Antepassados.

Amor de Carnarval , gente esse blog é da Carolzinha, entrem lá!

*****************
8ª Capitulo. -Antepassados

(N/A PDV)

Sete Meses Atrás
Albuquerque, Novo México.

- Você precisa cuidar dela Zachary é sua obrigação.
Disse a Morena andando de um lado para o outro.
- É, mais é por sua culpa!Se você não tivesse...
Zachary disse apreensivo, nunca imaginou que alguém que dizia amar tanto lhe arrancaria as azas.
- Chega, não suporto mais isso, estou cansada de você me dizer o que eu fiz, fiz por que queria você para mim.
- Perfeito, agora eu sou um anjo da guarda sem Azas...
Disse jogando as mãos para cima.
- Você vai te-lás de volta, assim quando salvar a vida da garota.
- Pela 10º vez..Você sabe que estou caçado disso não é?Estou caçado de ficar de babá!Eu quero minhas azas de volta, mais se para isso eu preciso cuidar de uma adolescente mimada e paty eu to fora.
Disse se virando.
- Ela está correndo perrido Zac, lembra sobre o futuro dela?Quanto menos gente nisso...Melhor..E você não pode escapar, afinal você é seu anjo da guarda!
Disse o parando.
- Grande anjo da Guarda, sem azas!
Ele ficou frente a frente a ela.
- Para de Zombar, se não fosse por você ser um anjo da guarda você não as teria mais.
- Graças a alguém que as arrancou de mim.
Disse Sárcastico
- Eu já disse, me desculpa, você sabe como eu sou...Sou um demônio Zac. Eu tenho sentidos ruins, e você deveria saber.
- Atah, grande esclarecimento...Mais espera por que você quer salva-lá?
- Tenho planos para ela..
Disse misteriosa, um sorriso diabólico crescendo em sua boca.
- Lilith, você sabe que ela...
- É eu sei, não sou idiota Zac, nem burra, sei muito bem o que ela é!
- Tem alguma coisa estranha...
Zachary olhou ao redor...Lilith olhou também..
- Vai acontecer hoje...Eu sinto isso.
Disse Lilith amargamente.
- Vou procurar por ela.
Antes mesmo que ele pudesse fazer algo um barulho é ouvido, um estrondo, um carro batendo.

Vanessa PDV

- Até que não é tão ruim.
Eu disse quando nós sentamos para comer.
- Sério?Eu achei demais...Dallas é..
- Oi Zac.
Uma menina de cabelos castanhos longos.

- Lilith..Oi.
Ele disse sem graça.
- E então, essa é a sua nova namorada?
Ela perguntou curiosa.
- Hãn, não essa é a minha amiga Vanessa, Vanessa essa é Lilith, minha..
- Sou ex namorada dele..E é um prazer te conhecer querida.
Ela me disse com..Raiva?Será que ele gostava dela ainda?
- É um prazer...Eu acho melhor eu ir indo...
Eu disse me levantando.
- Não Vanessa, Lilith já estava de saída.
Ele disse a encarando.
- É..Nos vemos por aí, Vanessa.
Ela saiu, tá isso foi estranho.
- Er...Isso foi...
- Estranho?É eu sei...Ela sempre faz isso.
Eu sorri, estava quase escurecendo.
- Acho melhor eu ir indo..
- Claro, eu te levo...
Ele pagou a conta e nós fomos para o seu carro.
- E então...Faz tempo que vocês terminaram?
- Faz muito tempo.
Ele disse sombrio.
- Eu acho que ela ainda gosta de você!
- Pode ser.
Ele disse com os olhos na estrada.
- Hm...E você..Ainda gosta dela?
Ele me olhou...
- Não..Não gosto dela, faz muito tempo...Acho que nunca gostei.
Ele disse simplesmente
- Isso deve ter magoado ela...
- Sim, e me magoou também.
Eu olhei para ele sorrindo.
- É aqui!
Eu disse avistando a minha casa.
- Seus irmãos estão?
Ele disse quando notou a luz apagada.
- Acho que não.
- Hm..Vai ficar bem sozinha?
- Sim, sempre fico...Quer dizer as maiorias das vezes que fiquei sozinha depois do acidente..
- Acidente?
- Eu sofri um acidente há 7 meses atrás e bem eu perdi a memoria...Não me lembro de coisas recentes.
Ele me olhou com um olhar estranho...
- Sinto muito.
- Tudo bem.
Eu abri a porta.
- Então...Até amanhã na escola.
- Até.
Eu entrei em casa e pude ouvir ele arrancar, hoje foi estranho, não sei por que mais sinto que conheço o Zac de algum lugar.Subi para meu quarto e joguei minha bolsa em um canto e me joguei na cama.

(...)

- Vanessa?
Ouvir Ian chamar.
- Tô no quarto.
Disse escovando meus dentes.
- Ah Oi, que horas chegou?
- Não sei acho que umas 6:00pm.
- Hm..
Eu enchaguei minha boca.
- E o Paul?
- Tá com a Ashley.
- Hmm..
- Eu vim só pegar uns papeis, meu turno acaba as 10:00pm.
- Ok...Eu vou dormir um pouco..
- Okay, tranco tudo quando sair.
- Tá. Boa noite.
- Boa noite.
Ele saiu do meu quarto e eu me deitei na cama, não estava com uma sensação boa, meu coração batia tão rápido que eu chegava a ficar com medo.


.*************************
Sei que tá mini, mais sorry
Espero que gostem!
Quero 6 comentarios OK?

Xoxo ♥

27 de nov de 2011

Capitulo 7/1 - Conhecer A Cidade

Nosso grupo foi o mais rápido, sim, Zac e a turma dele fez isso acontecer por que se dependesse de mim a gente só ia terminar a prova amanhã de noite...
- Você mando bem Vanessa.
Disse Brittany enquanto trocávamos de roupa no vestiário.
- Aham sei, fui piro que uma pessoa que não sabe nadar.
- KKK, faz parte Ué.
Eu rir junto com ela.
- E então o que tá rolando entre você e o Zac?
Disse Amanda do nosso lado.
- Quê?
Eu disse, como assim?Nós nem havíamos nos falado direito!
- Você e o Zac..O que tá rolando?
Ela disse com um olhar de cumplicidade.
- Nada que eu saiba...A gente só deu um "Oi" no sábado e pronto.
Eu disse fazendo a minha careta.
- Hummm..
- Não se preocupe, é só uma tática da Amanda de tirar coisas das pessoas...
- Sério?
Eu disse a Amanda.
- É...Mais você não caiu nessa..Por quê?
Ela me perguntou desafiadora.
- Por que talvez a gente não tenha realmente nada!
- Me convenceu Amanda.
Disse Brittany.
- Okay...
Disse se convencendo e então o sinal para a última aula bateu.

(...)

Eu estava tão concentrada na minha lição que nem vi quando Zac sentou ao meu lado.
- Oi.
Ele disse e eu o olhei.
- Oii..
- E então, como foi o seu primeiro dia?
- Bem..Normal na verdade.
- Acho que aqui fosse algum inferno?
- Não...Achei que fosse, mais... Bagunçado...
Ele riu do meu comentário.
- Não é...Aqui é um bom lugar para se viver.
- É verdade.
Eu disse sorrindo.
- Escuta...Você está ocupada hoje?
- Acho que não..Por quê?
- Quer que eu te mostre a cidade?
Ele perguntou sorrindo.
- Não sei...Acho que sim.
Eu disse também sorrindo.
- Então, depois da escola?
- Vai ser uma boa.
Eu disse pegando minha caneta.
- Bom dia turma.
Disse a professora de História.
- Bom dia professora.
- E aí ansiosos para o baile?
Eu levantei a mão.
- Sim.
- Desculpa...Mais que baile?
- Ah desculpa, deve ser a Vanessa Hudgens..
- Sim.
- Bem Vanessa á escola está completando 80 anos e para comemorar está fazendo o baile..
- Ah sim.
- Bem então...Seja bem Vinda!
Eu sorri e ela começou a explicar a matéria dela o que foi estranho, vocês já ouviram falar de Anjos caídos?Não? nem eu, mais a professora Alice sim.
- E então eles devem estar vagando por aí?
Algum aluno perguntou.
- Sim Alec.
Zac sussurrou para mim.
- Você acredita nisso?
Eu olhei para ele...Ele bebeu?
- Não.Claro que não.
Ele me olhou estranho, eu não entendi seu olhar, era como se ele quisesse que eu acreditasse naquilo. Como se fosse possível.
- Mais professora se Anjos existisse de verdade, como eles seriam?
- Como nós ora essa, eles são pessoas além de tudo, são apenas suas almas que são de Deus.
- Mais como a Srª mesmo diz, eles são Anjos caídos, o único anjo caído que conheço é Lúcifer e esse anjo não é nada bom.
- Bem, só por que eles são anjos caídos não quer dizer que eles sejam ruins Alec, eles podem ser Anjos da guarda também.
Ela terminou o encarando e então o sinal para o fim das aulas bateu.
- Aula longa..
Eu disse me espreguiçando.Zac riu.
- É um pouco...Mais é bom a gente saber das coisas.
Ele disse enigmático.
- Sério eu não acredito em nada disso, é muito surreal sabe?E como se o mundo não fosse mais o mundo.
Ele me olhou e depois sorriu.
- Vamos?
- Ah...Claro.
Nós caminhamos até o carro dele..
- VANESSA!
Paul me chamava.
- Espera só um minutinho?
Eu perguntei a ele.
- Claro.
Eu fui até Paul que estava me esperando no carro.
- Onde você vai?
- Sair com o Zac. Toma.
Eu o entreguei a chave.
- Mais...
- Mais nada tchau.
Eu me virei e voltei para o carro de Zac.
- Irmãos.
Eu disse entrando do lado do carona.
- Pronta?
Ele perguntou e eu sorri.
- Sim.
E ele saiu do estacionamento da escola.


Tá pequeno né?
Eu sei...
Sorry pessoal...
Bem quero 6 comentários em!
Xoxo ♥

Selinho *-*

Obrigada Taty...


1- O que acha da história/fic que anda escrevendo?
2- De todos os género/s de fics/histórias que está escrevendo qual é o próximo género que você se arriscaria a escrever?
3- Irá acontecer algo misterioso na sua história/fic?
  



1- Acho que é diferente, bem na minha opinião..Acho que vai ser bem legal também.
2 - Bem terror/romance.
3- Siim, muitos vocês vão ficar assim Ô *O*...Até eu fiquei quando pensei nisso kkkkk.


Indico >>
 Blog da Isa :Eu Sempre Quis Ter Você.
Blog da Ruth: Smark Historias
Blog da Loirinha_15-95 : O Meu Melhor Amigo


Xoxo ♥

18 de nov de 2011

Chega!

Agora já chega gente, tem 2 dias  que eu postei e só 3 comentarios!Que isso, vocês não tão gostando da fic?Eu não vou postar se não tiver no minimo 6 comentario okay?
E obrigadoas meninas que comentaram!

Está avisado!

Xoxo

16 de nov de 2011

Divulgando.

Esse blog é o blog da Barbara, entrem lá..O Fim nunca é o Fim

XoXo

Capitulo 6/1 - Isso Não é Normal

- Até que não foi tão ruim...
Eu disse com minha bandeja de lanche.
- E por que você não conheceu a professora de Química.
Paul disse mal humorado.
- Foi tão ruim assim?
- Você já viu alguém leva detenção por fazer uma pergunta? - Eu disse que não com a cabeça. - Pois eu levei.
- Oo'...E qual foi essa pergunta?
- Quais eram os gases nobres.
- KKKK, você é doido...
Eu disse me sentando na mesa das meninas.
- Sou nada U.U
- Oi..E aí como foi as primeiras aulas?
Nina perguntou esperançosa.
- Eu achei legal..
- Eu tô de detenção.
Paula disse como se fosse a coisa mais normal do mundo.
- No primeiro dia?
Ashley perguntou.
- Pois é o que parece.
Ele sorriu para ela...Nesse momento Zac entrou no refeitorio com mais 3 garotas, eles pareciam se dar bem...E eram tão parecidos.
- Nina...Quem são elas?
Eu disse apontando com os olhos( Existi isso?Oo').
- Brittany Snow, Arielle Kebbel, Amanda Bynes e é claro Zac Efron.
Ela me olhou, por que eles andavam juntos?
- E eles são o que..Irmãos?
- Bem, não sei, mais eles vieram juntos do orfanato.
Disse mais baixo.
- Orfanato?
- É, eles perderam os pais, pelo menos foi o que a Arielle disse.
Ela deu de ombros.Todos perderam os pais...E vieram juntos para Dallas?Isso é estranho...
- Normal...
Ashley disse.
- Não, Isso não é normal...Nada disso é.
Paul disse.
- Concordo com ele.
- Ah, chega não vamos mais falar nisso.
Nina disse e nesse instante o meu celular tocou.
- Ian ?
Nina perguntou.
- É uma mensagem dele!
Eu abri a mensagem e estava escrito "Consegui um emprego, no Hots Drug, vou ser garçon! Bjos"
- E aí..O que diz?
Paul perguntou.
- Ele conseguiu o emprego.
- Sério?Onde?
- Na Hots Drug.
- Ei, eu trabalho lá!
Ashley disse e todas nós olhamos para ela.
- Que bom...Pelo menos alguém vai poder tomar conta dele!
Paul disse.
- Mais ele tem 26 anos!
Ela disse confusa.
- Mais parece ter 15, acredite ele só tem tamanho!
Eu disse.
- Eu que o diga..
- Oh Miga não fica assim.
Ashley disse.
- Que tal mudarmos de assunto?
Paul perguntou.
- Òtima ideia.
Eles começaram um assunto lá, eu não prestei muita atenção..Me diz como pode 4 pessoas saírem juntas na mesma cidade depois de sair de um orfanato?Isso é muito estranho.
- VANESSA!
Nina gritou.
- O quê?
- O sinal bateu...Vamos.
- Ah..é claro.
Eu joguei o resto d meu lanche na lixeira..Digo a metade dele..E fui para a quadra teria E.F agora, eu odeio essa aula.
- Bem pessoa, hoje faremos natação..É uma aula pratica e fácil. Quero grupo de 5 pessoas, E quero também que dão 10 voltas na piscina e depois de chance aos outros..O Grupo que for mais rápido ganhará metade da nota da aula de hoje.
A gente vestiu o biquine vermelho da escola, cada garota tinha um e então fomos para a beira da piscina.
- A gente que vai fazer o grupo professora?
Uma menina a perguntou.
- Ah não, eu farei os grupos..
Ouvi uma ovação de "Aaah não".
- Eu fiz uma lista e cada grupo ficara com uma cor. O 1º Grupo será : Jared. Mallory, Allison, Taylor e Damon. O 2º Grupo: Mike, John, Denise, Ashley e Lucas. O 3º Grupo será Vanessa, Arielle, Brittany, Amanda e Zachary. O 4º Paul, Finn, Katy, Rachel e Ben. O 5º Daniel, Leandro, Monique, Corbin e Sam. Falto alguém?
Ninguém respondeu, eu fui para perto das meninas.
- Oi, deve ser a Vanessa.
Disse uma das loiras..Incrivel como todas elas são loiras.
- Sim, sou eu mesma.
- Sou a Arielle, essas são Brittany e Amanda.
- Oii.
Disseram em Unisono.
- Oi.
- Oi Vanessa.
Disse o Zac e eu sorri.
- Vocês se conhecem?
Brittany perguntou.
- Sim, na verdade nos conhecemos  na festa de sábado que vocês não quiseram ir.
- Ah...
- Então seja bem vinda a Dallas.
Ela disse.
- Obrigada...
Os dois primeiros grupos começaram a nadar e então o próximo seria nós.

Tá aí, mais um capitulo...Quero 6 comentários nesse Okay?Se não, não posto mais!

Xoxo

9 de nov de 2011

Divulgo ;

Of A Chance To Love
Entrem nesse blog...
É dá Taty e é demais.
Xoxo

Capitulo 5/1 - Bem Vindos á Dallas

Ah que sono...Posso ter dormido o dia todo, depois a noite toda, mais ainda estou com sono. Tomei um banho e vesti uma Roupa bem sociável e desci.
- Bom dia.
Disse me sentando, Ian servia o café da manhã.
- Bom dia, dormiu bem?
Ele perguntou me servindo um suco.
- Sim e você?
- Também..
Ele disse dando de ombros.
- E aí, vai fazer o que hoje?
Perguntei distraída.
- Procurar emprego, você sabe, precisamos nos alimentar!
Eu rir, Ian, responsável, essa é boa.
- Bom dia.
Paul disse descendo as escadas.
- Bom dia.
Eu disse animada.
- Hmm a noite de ontem foi boa em!
Disse Ian divertido.
- Ah qual é, eu não sou você tá.
- Toma.
Eu disse rindo.
- Eu não saio com qualquer uma...Só saiu com as que não prestão.
Paula tampou o meu ouvido.
- Hey, tem uma inocente aqui sabia?
Ele dia a Ian e eu rir, tão protetores.
- Ah! Aposto que ela já sabe o que é sexo!
- Ian!
Paul, disse com raiva.
- Gente, eu tô ouvindo.
Ele destapou meu ouvido.
- Não se fala mais nisso!
Disse Paul pegando uma torrada.
- Que horas são?
Eu perguntei mordendo minha torrada.
- 7:35.
Eu me levantei.
- Anda Paul a gente tá atrasado.
Eu corri para o banheiro para escovar meus dentes.E quando eu voltei Paul estava do lado de fora e Ian estava lavando louça.
- Boa aula!
Disse assim que eu sai.
- Obrigada.
E então nos fomos até o carro.
- E aí quem dirige?Eu ou você?
Paul me perguntou, mais eu não tinha ideia de como se dirigia, talvez eu não lembre =S
- Eu não...Me lembro.
Disse fazendo uma careta.
- Tudo bem...Eu dirijo!
Nos entramos no carro, foi um silêncio, nem eu falava nem ele.
- A Ash me disse que você e o Zac conversaram ontem.
- Quê?
Eu disse, não tinha ouvido nada do que ele disse.
- Você e o Zac...Sabe vocês...
- Não temos nada Paul, somos, nem amigos nós não somos, só conversamos um pouquinho.
- Certo...Chegamos.
Ele disse parando em uma vaga perto do portão.
- É parece que não é tão ruim.
Eu disse.
- Dallas High School.
Paul disse fechando o carro.
- Olha aquela ali é a Nina?
Eu disse acenando.
- Vamos!
Nós fomos até a Nina.
- Oii.
Dissemos juntos.
- Oi gente, e aí como vocês estão?
- Bem, e você?
- Normal...Ah olha a Ash, Ash!
Ela chamou e Ashley sorriu assim que viu o Paul.
- Oiie Gente!
- Oi.
Eu disse sorrindo.
- Oi Paul, Nina e....
- Vanessa. Sou irmã desse gatinho ai.
Disse apontando para o Paul.
- Eu sou a Ashley.
- Prazer.
Ela pegou minha mão. E então  sinal bateu.
- Ah, já ia me esquecendo, seus horários.
Ela nos entregou.
- Qual é a sua primeira aula Paul?
Perguntei.
- Inglês e a Sua?
- Física.
Eu disse.
- A minha é física também!
Disse a Ashley.
- Seria maneiro se você me mostrasse a sala.
- Ah é claro..Tchau Paul, Nina.
- Nos vemos no intervalo.
Disse acenando. Eu e Ashley fomos andando.
- Você parece gostar do meu irmão.
- é ele é bem legal..Nunca conheci ninguém como ele.
- E ele nunca saiu com uma garota...Tem tempo que ele namorou.
- Sério?Isso é bom?
- Ótimo.
Nos entramos na sala e nos sentamos uma do lado da outra, e uns minutos depois Zac entrou e sorriu para mim.

Eu sorri em resposta e então Ashley falou alguma coisa.
- Ele é um gato né ?
Ashley sussurrou.
- É, um pouco.
Eu disse sussurrando também, não por ele ouvir mais sim para mais ninguém ouvir. E então o professor entrou e começou a sua aula.


******************************
Mais um capitulo aí!
Espero que tenham gostado...
Comentem viu!
Bjos!

6 de nov de 2011

Meu Niver!

Eeeeeeee Parabéns para mim!
Hoje tô fazendo 16...
Ah! Meus sonhados de 16 *---*


Xoxoo ♥

5 de nov de 2011

Capitulo 4/1 - Pesadelos

Eu estava em uma floresta, não era uma floresta qualquer, era a floresta da America do Sul...Eu estava correndo, eu não tinha ideia do que eu estava correndo, quando eu o vi, ele Zac parado a me observar.
- Eu vou te ajudar.
Disse quando eu cai aos seus pés. Eu me apavorei ainda mais pois eu tinha quase certeza de que era ele que me seguia, que me fazia correr daquele jeito.
- Fica longe de mim!
- Você corre perigo Vanessa, deixe me ajuda-lá.
- Fica longe de mim!
Eu gritava correndo ainda mais rápido, quando eu bato em algo.
- Você precisa me ouvir.
Foi então que eu acordei, assustada e suada. Eu olhei para a minha janela, ela estava aberta, entrava um vento não muito forte, eu não havia deixado a janela aberta, aquilo estava me deixando apavorada, quando a janela bate e eu grito.
- IAN!!
Eu disse me escondendo, eu estava sendo seguida era isso?Alguém estava querendo me assustar?
- O que houve?
Pergunto Paul e Ian me sacudindo.
- Alguém...Tinha alguém aqui...Eu juro.
Disse apontando para a janela.
- Mais está tudo fechado...
- A janela estava aberta Ian, eu juro...
- Foi só um pesadelo...Você dormiu praticamente o dia todo.
Paul disse estranhando..
- O dia todo?...Como?...
- É a viagem!
Disse Paul.
- Certo...
Eu disse meio sonolenta ainda.
- Quer comer?Nina fez uma comida...
- Não tô com fome.
Disse indo ao banheiro.
- Você precisa comer..Vanessa por favor.
- Eu não estou com fome Ian.
- Ok.
Ele saiu, Paul estava sentado na minha cama.
- O que houve?
- Nós só queremos cuidar de você.
- Eu sei...Mais o que vocês podem fazer se eu não sinto fome?
Ele se levantou e sorriu.
- Certo, vou me encontrar com a Ashley.
- Ok, só não esqueça que temos escola amanhã.
Disse séria...Ele riu.
- Ok, tudo bem pequena.
Ele saiu, eu lavei meu rosto e peguei um livro qualquer e comecei a ler... Não sei quantas horas eu fiquei ali, só me dei conta que o Ian estava na porta me olhando.
- Ian!
- Você tem que comer.
- Não tô com fome!
- Você vai adoecer.
Disse ele se sentando na minha cama...
- Ian... - Ele fez uma cara tão...Ian - Tudo bem...Eu como seu chato.
- Isso!
Ele comemorou.
- Seu doido.
Eu e ele fomos para a cozinha e ele me fez um sanduíche.
- Agora come.
Ele mandou e o dei língua. Mais até o sanduíche estava bom.
- Tá bom esse sanduíche em...Quem te ensinou?A Nina?
- Haha engraçadinha...Eu sei cozinhar tá?
Eu rir da cara dele.
- Eu sei...Tava brincando.
Ele se virou e saiu, eu terminei o sanduíche, quando eu estava prestes a subir o Paul entrou na conzinha.
- Oi.
Disse com uma carinha fofa.
- E ai como foi?
Ele me olhou.
- Eu tô apaixonado!
Eu o olhou tipo..Oo'
- Mais já?
- Ela é fabulosa sabe?Incrivel e eu me senti tão bem...
Eu olhei para ele..Seus olhos estavam brilhando.
- Que bom..E Ela gosta de você?
- Eu...Não sei.
- Ela é louca se não gostar!
Ele ficou queto..
- Bem, eu vou subir...Temos a escola amanhã!
Eu disse subindo.
- Vou subir também.
Nos subimos, eu fui para o meu quarto e ele para o dele.

Tá aí, mais um..
Comente se você gostou!

Bjos!

1 de nov de 2011

Capitulo 3/1- Sendo Seguida

 - Deixem de ser chatos!
Disse Ian, enquanto a gente enfiava ele dentro do chuveiro...
- Não deixa você de ser criança!
Eu disse tirando a jaqueta dele.
- Você não é a mamãe...
Eu parei, ele tinha rasão..Eu não era mamãe...Mais eu sou a irmã dele.
- E você não é mais aquele bebezinho que a gente tem que tomar conta!
- Sua chata...
Eu liguei o chuveiro..
- AAAh tá fria.
- Não tem problema.
Fingir não me importar.

(...)

- E aí, como ele tá?
Perguntou a Nina.
- Tá dormindo...É um grande idiota!
- Concordo...
Disse Paul..
- Bem, eu vou indo...
Disse Nina...
- Eu te levo até a porta.
Disse.
- Eu vou ver o Ian.
Disse Paul...Eu caminhei com ela até a porta.
- Obrigada Vanessa.
- De nada. -Ela se virou...- Eu sei que você o ama..Ainda.
Ela se virou rapidamente.
- Como?
- Eu sei que você ainda é apaixonada pelo Ian...Deu para vê na sua cara Nina.
Seu rosto ruborizou.
- Não conta para ninguém não tá? - Eu acenei que sim com a cabeça.- Obrigada!
Ela entrou no carro e se foi...Eu subi para o meu quarto, e fiquei pensando nele...Zac, era tão lindo..E tão..Angelical.
- Oi..
Paul entro no quarto.
- Oi..
- Como tá?
- Bem, e você?
- Também, só um pouquinho preocupado com você..
- Por quê?
Perguntei franzindo a testa.
- Você é minha irmãzinha, eu tenho o direito de me preocupar com você.
Eu sorri.
- Eu sei...E a aquela menina..A Ashley, você gosta dela?
Ele sorriu.
- Acho que sim...Ela me pareceu legal, você sabe o meu...
- Tipo...Ela é exatamente como você imaginou.
Foi mais uma afirmação do que uma pergunta.
- É...E o cara que falo com você?Vocês conversaram muito?
- Não, foram só..Oi e Hãn..Ttchau.
- Humm...ele pareceu gostar de você...
- Como assim?
- Os olhos..Ele te olhava com tanto..Amor.
Eu sorri.
- Sério?
- Ér... - Eu bocejei.. - Vou deixar você dormir.
- Boa noite.
- Boa Noite.
Ele saiu do quarto, e então eu dormir, foi um sonho tranquilo para uma noite em um lugar novo...


(...)


- Bom dia!
Disse descendo as escadas.
- Bom dia Bela Adormecida.
Disse Ian com um saco na cabeça, ele tava fazendo alguma coisa...
- Como tá a cabeça?
Eu disse abrindo a geladeira.
- Tá latejando...Muito.
- Vai beber...
- Não precisa dar sermão tá?
Ele gemeu...Eu caminhei até a porta.
- Onde você vai vestida assim?
- Caminhar!Você sabe, faz parte do meu tratamento!
- Com essa roupa?
Eu estava com uma blusa com decote em V e um shortinho.
(Foto Aqui)
- É...Algum problema?
- Não, só que você vai fazer os ursos babarem...
Eu ri, ele é tão engraçado.
- Tchau Ian...
Eu sai e então fui corre, eu corri pela trilha da floresta, já que era perto, daria umas 10 voltas por pelo menos 1 hora, mais antes disso escutei um barulho vindo de perto de uma arvore oca.
- Oi?Tem alguém ai?
Eu disse, nossa como eu sou burra, se tivesse alguém ali era obviu que não ia dizer nada...Eu escutei o barulho de novo, e então corri para casa, eu entrei assustada.
- Que foi?
Paul perguntou, ele tava sentado na mesa.
- Alguém tava me observando.
Ele levantou.
- Quem?
- Eu...Não..Sei.
Disse ofegante.
- Não corre mais na floresta tá?
Eu balancei a cabeça.
- Cadê o Ian?
- Saiu com a Nina...Eles foram no supermercado...Você sabe compras, já que não temos nada.
- Certo..Vou subir.
- Ok descansa, as aulas começam amanhã.
- Nossa já?
- Pois é!
Eu subi, me troquei e desci.Ian tava deitado e Nina tava na cozinha, e Paul eu não sei onde estava.
- Oi.
- Bom dia.
- É oi.
Disse Ian com uma almofada na cara.Eu o ignorei completamente e fui até Nina.
- O que você tá fazendo?
- Almondegas.
- Adoroooo!
Ela riu.
- Você e Paul já estão matriculados..Minha mãe já cuidou disso.
- Agradeça a Ellen por mim.
- Claro.
- E Paul?
- Tá lá fora.
- Humm...
- Esse humm foi o que?
- Tô preocupada com ele ué...É meu irmão.
- Certo.
- Vou lá ver ele.
Eu fui até a varanda e o vi, ele olhava o rio.
- Oi.
Eu disse ao seu lado.
- Oi.
- Pensando em quê?
- Mamãe e Papai.
Ele disse sem me olhar.
- Eles eram... Incríveis.
- É..Ian nem ligava muito para esse negocio de família, mais depois que eles...
A gente não consegui falar a palavra Morte.
- Eu sei, ele era um babaca, fez a Nina se apaixonar, e depois a dispenso.
Eu disse olhando para o Rio.
- É, mais agora, ele se arrepende.
- Como você sabe?
O perguntei.
- Ele estava falando o nome dela ontem quando eu fui ver como ele estava...
- Ah..Ele gosta dela..Só não sabe.
Eu disse e ele me olhou.
- Isso aí.
Eu olhei para ele..
- Eu vou pintar...Isso me tranquiliza.
- Ok vai lá!
- Você vem?
- Depois.
Eu entrei e fui para o meu quarto e volte a pintar, só que eu não tinha idéia do que pintar, quando derepente eu senti sono, um sono incrivel.

Gente, tá aí mais um capitulo.
Espero que comentem muito nesse em!

Bjos

30 de out de 2011

Capitulo 2/1 - O Primeiro Encontro

-  Vane, vamos jantar?
Paul me perguntava.
- Sim, só estou terminando essa tela.
Disse fazendo os últimos retoques na minha obra prima.
- Nossa, que legal...
Ele chegou mais perto.
- Não está uma maravilha mais...
- Tá perfeito Vanessa...Você é ótima.
- Obrigado...
- Gente...Olha que bonito, é o rio né ?
( Foto Aqui )
Disse Ian com as chaves na mão.
- Pois é...Gostou?
- Amei...Agora vamos que minha barriga tá roncando!
Disse passando a mão na barriga e fazendo uma cara engraçada.

- Tá só vou pegar minha bolsa.
Eu lavei minhas mãos e peguei minha bolsa.
- Nossa que demora!
Disse com uma cara feia.
- Não demorei nem 5 minutos.
Disse me defendendo.
- Mais pareceu uma eternidade!
- AAh!
- Gente vamos!
Disse Paul, então nós descemos e na mesma hora a companhia tocou.
- Nina?O que faz aqui?
Ian disse com egocentrismo.
- Vim chamar a Vanessa pra uma festa!
Disse disfarçando...Ah qual é tá na cara que ela ainda gosta do Ian.
- Festa?
Disse Ian se interessando.
- Eu ia convidar a Vanessa e o Paul e não você Ian.
- Ah qual é você ainda tá com raiva de mim?
- Eu não estou com raiva de você, só não quero você perto de mim.
Disse com mais raiva ainda. Eu e Ian nos olhamos.
- Er...Gente. - Eu disse... - Ainda estamos aqui...Sabe.
Ela nos olhou...
- Desculpa Vanessa, é que esse idiota me tira do sério.
- Sem problema, ele tira todo mundo do sério.
Eu disse pegando a mão dela.
- A gente vai a festa?
Perguntou Paul.
- Se vocês dois quiseram.
- Eu não queria mesmo.
Disse Ian. chateado.
- Ian...Nina porfavor, ele parece idiota mais ele é só um bobo arrumando um jeito de viver.
- Eu não sou bobo.!
Disse de dentro da casa.
- Ah tudo bem!
Disse revirando os olhos.
- Eu vou a festa?
Saiu sorrindo.
-  Vai, mais nada de dar em cima das minhas amigas.
- Eu não fico com adolescente.
- Você ficou comigo!
Disse com raiva.
- Ah danise.
Ia começar tudo de novo.
- Vamos logo, eu tô com fome.
Disse Paul repetindo o que Ian disse lá em cima.
- Ok, Ok...Eu vou na frente e vocês me seguem.
- Certo.

(....)

- Eu não acredito nisso!
Disse depois de ver Paul com uma garota loira, ela era bonita, mais eu nunca tinha visto Paul com ninguém...Não que eu me lembre.
- É parece que seu irmão...Tipo...Agarro a Ash.
- Ela deve ser o tipo dele...
Disse bebendo meu ponche.
- Ela é legal, é minha amiga.
- Que bom!
Ela olhou para a porta da casa onde estavamos...
- OMG!
Disse se desesperando.
- O que houve?
Disse estranhando.
- É ele..
Disse arrumando o cabelo. eu estava perdidinha.
- Quem?
Olhei em volta, quando o vi...Ele era lindo, mais lindo que todos os meninos que já vi.;..Olhos azuis, alto..Loiro..E usava um blasé preto.


- O nome dele é Zac Efron Veio de Manhattan - Disse o olhando. - E é uma delicia.
Disse o engolindo com os olhos.
- Nina!
A repreendi.
- O quê?Ele não é?
- Não sei de nada.
Disse voltando a beber o meu ponche.
- Ai se eu não tivesse apaixonada...
Eu a olhei.
- Você tá?
Disse a encarando.
- O quê?Não, claro que não...Vou no banheiro tchau...
Ela saiu rapidinho..Ai tem, ela tá apaixonada, e pior que eu sei por quem é!
- Oi.
Eu olhei para trás.
- Oi.
Ele sorriu.
- Sou Zac.
Disse estendendo a mão.
- Vanessa.
A peguei, quando sua mão encosto a minha eu senti algo sabe, um toque angelical, algo forte, meu coração acelerou.
- Você conhece a Nina?
Perguntou vendo o meu rosto.
- Sim, em Los Angeles.
Ele sorriu, e o mundo inteiro se iluminou.
- A cidade dos Anjos.
- Rsrs é.
Sorri.
- Vanessa!
Ian disse acenando.
- Seu namorado?
Perguntou.
- Não, meu irmão.
Disse desfazendo minha cara de boba. ele chegou mais perto com uma garrafa de cerveja.
- Isso é cerveja?
Eu disse.
- Não!
Eu peguei da mão dele.
- Aonde você conseguiu isso Ian?
- AAh você anda tão chata.
- Paul...
Chamei, já que ele estava perto.
- Responde, aonde você conseguiu?
- Não sei...
Disse bêbado...
- O que houve?
Perguntou.
- Ian tá bebendo...De novo!
- Ah droga Ian, o que eu falei sobre beber?Não se lembra da última vez não?
- Ah, foi só uma vez.
Disse fazendo caso.
- Foi só uma?Tem certeza?Você desmaiou 3 vezes de tanto beber.
Paul falou.
- Ah, tem problema não.
- Você é mesmo um idiota!
Disse Nina chegando.
- Ah sai daqui!
- Deixa de ser idiota Ian, você não pode beber!
- Vem, vamos levar ele para casa.
Eu disse a Nina e a Paul. Nós levamos ele para o carro, eu nem me dei conta que não tive tempo de me despedir do Zac.
**********************************
Obrigada Margarida pelo comenatario e obrigada a Tayna por divulgar...
Bem pessoal, comentem se vocês leem!
Vai ser legal essa historia, vamos lá!
Comentem please!

Xoxo

27 de out de 2011

Capitulo 1/1 - A Chegada

Minha vida tem sido complicada desde o acidente, pois é, eu sofri um acidente e acabei perdendo a memoria, bem eu só me lembro de coisas bem passadas. Bem eu tenho 2 irmãos: Ian e Paul, Ian é mais velho, tem 26e Paul 18, e eu 17, meus pais morreram no mesmo acidente que eu, pelo menos foi o que meus irmãos disseram, bem neste momento eu estou no carro, indo para a nossa nova cidade...De novo, pois é já passamos por N.Y, Nova Orleans, Chicago, Los Angeles, Albuquerque, Luisiana  tudo isso em 6 meses e agora, vamos para Dallas.
- Que droga viu Ian, toda vez é isso!...Você tinha mesmo que dar um soco na cara do Alan?
Dizia Paul irritado, ele tinha razão né.
- Ele chingo a mamãe!
Se defendeu.
- Mais você tinha que socar o seu chefe?
- Eu não gosto que falem mal da mamãe, e vocês sabem disso.
Eu olheis para eles.
- Será que dá para vocês calarem a boca?Eu quero ler esse livro!
Disse divertida, eu sabia que eles não iam para de falar, só para me irritar.
- Paul a Anã não tá estressadinha.
Paul se inclinou para o lado.
- Se eu fosse você, não irritava ela.....É a TPM!
- Paul, Ian eu tô bem aqui atrás!
- É Ian, ela ouviu.
Disse baixo, revirei meus olhos, eles eram tão idiotas, mais tão legais.
- Me diz, por que Dallas?
- Por quê papai e mamãe, se conheceram lá!
- Legal...Acho que agora a gente fica em um cidade, mais de 1 mês.
- Se o Ian não bater no policial..
- Ou no Chefe...
- Ou no Médico...
- Ou no Garçon...
- Ou no...
- Chega !Dessa vez eu vou me segurar antes de quebrar a cara de alguém.
- Tomara!
Dissemos Paul e eu juntos.

(...)

- Gostou?
Paul me perguntava sobre a nossa nova casa, era na floresta, meus irmãos adoram ar livre.
(Foto da Casa)
- Amei!
- Que bom...Foi...
In ia dizendo abrindo janelas, portas, tudo.
- Pode me dar os créditos Ian.
Disse a nossa amiga Nina.
- Nina.
Disse Paul e Ian juntos, pois é Ian já namorou a Nina e acredite, não foi um namoro bonito de se ver.
- Paul...Ian.
Disse com desgosto.
- Como você está Nina?
Disse Paul tirando o climão.
- Estou bem Paul... - Ela olhou para mim - E você querida, como está?Soube que sofreu um acidente.
- É, faz 7 meses, mais eu estou bem.
Disse sando de ombro.
- E eu?Ninguém vai pergunta como eu tô?
Perguntou Ian fazendo biquinho. Ian riu e Nina foi para outro canto da casa.
- Ian, meu irmãozão como você está?
- Bem Vane, que bom que perguntou ?
Ele mostrou todos os dentes e eu e Paul rimos.
- Legal, onde é meu quarto?
Perguntei já subindo as escadas.
- Segunda porta a esquerda.  - Paul disse -
- Òtimo!
Eu subi, era um quarto comum, paredes amarelas, com persianas brancas e uma vista linda para um rio, e ainda um espaço para eu poder pintar, era maravilhoso. Joguei minha bolsa na cama fui até a tela, peguei o pincel e as tintas e imaginei.
********************
Espero que gostem!
Bjos

26 de out de 2011

Sinopse.

Ela era nova naquela pequena cidade, onde todos sabiam de tudo que os rodeava...

- Ele é um gato né ?
Ashley sussurrou.
- É, um pouco.

Um lugar cheio de mistérios.

- Não, essa cidade é um pouco estranha Nina.
- Não se preocupe, você vai se acostumar.

Pessoas normais, mais algumas, muito estranhas.

- Me desculpe, não queria te assustar.
- Não, tá tudo bem.

Segredos que nunca serão revelados.

- O que você é ?
Gritava Vanessa  para ele.
- Eu não...Posso te contar, mais eu juro, eu nunca quis te ferir.
Dizia ele, ainda mais culpado.
- Fica longe de mim!

Mais, se há um amor para acontecer, nada o impedirá de acontecer...

- Zac você não pode ir...Eu te amo, me perdoa, eu nunca quis te deixar ir...Nunca!
Dizia ela ao corpo dele estendido no chão...
- Eu sempre vou amar você.
Dizia chorando.
- Você não pode ir, você é o meu anjo da guarda lembra?
- Eu...Te...Amo...
E seus olhos fecharam.

**********************

Tá aí, espero que vocês entendam alguma coisa.
Bem, tá aí a Sinopse.

8 de out de 2011

Pessoas.

Oiie e aí, como vocês estão? Eu to bem, na medida do possivel, bem pessoal, não sei como eu vou fazer essa historia, eu tinha uma ideia pra ela, só que sumiu assim, e eu não to vendo uma outra possibilidade de fazer uma continuação legal..Bem, venho dizer que esse blog tá encerrado, eu gostaria muito continuar, só que não tenho ideia. As outras já visualizei o final e tomara que eu não esqueça. bem desculpem por iludir vocês..Eu sinto muito de verdade.


Xoxo